• Larissa Maciel

Árbitros do RN ameaçaram não apitar mais em 2022 em caso de arbitragem "importada"

Através do sindicato, arbitragem do RN se posicionou contra os pedidos dos clubes.

Logo após a confirmação de que a final marcava mais um duelo entre América x ABC, os clubes começaram a pensar nos por menores do jogo. Entre eles, claro, o assunto arbitragem. Para a partida, chegou a ser solicitado a importação de árbitros de outros estados a nível CBF, o que desagradou por demais a categoria da arbitragem do RN.


Através das redes sociais, o Sindicato dos Árbitros de Futebol do RN publicaram nota em repúdio ao pedido e chegaram a ameaçar não apitar nenhum jogo em 2022. Leia:


"Logo após a instituição tomar conhecimento que as equipes finalistas do segundo turno do Campeonato Estadual de Profissionais da Primeira Divisão solicitariam arbitragem de fora, inclusive com a ferramenta do VAR e seus profissionais, rapidamente os árbitros foram contatados e, praticamente à unanimidade (pois não foi possível entrar em contato com todos), decidiram que não mais trabalhariam em nenhuma função a que fossem designados (seja árbitro, assistente, quarto ou quinto árbitro), tanto nesta partida quanto nas demais que por ventura viessem a acontecer no ano de 2022.


Dessa forma, ou os clubes aceitariam manter o quarteto local ou arcariam com os custos de trazer todos os profissionais de fora do estado. Após a comissão de arbitragem ser informada da decisão pelo presidente da entidade, o qual se fez presente na sede da federação para oficializar tal decisão da categoria, foi decidido pela comissão e pelas equipes que o quarteto será local, vindo apenas de fora do estado os dois árbitros responsáveis pela ferramenta do VAR. O SINDAFERN, por meio desta nota, agradece e parabeniza a união de seus filiados e reafirma o compromisso de continuar prestando o melhor serviço de arbitragem para a sociedade futebolística potiguar."


Após a discussão, ficou decidido que o VAR será utilizado na partida e de que árbitros responsáveis pela ferramenta desembarcarão no estado, mas o quarteto de arbitragem será local.


O campeonato estadual 2022 foi novamente marcado por reclamações contra a arbitragem do RN. As reclamações vieram de todos os lados. A última, por exemplo, foi do presidente do Potiguar de Mossoró, Djalma Júnior, que chamou o árbitro Leonilson Trigueiro de "palhaço" por não ter marcado pelo menos duas penalidades para o Potiguar na quarta (30) no Nogueirão.

60 visualizações0 comentário