• Larissa Maciel

A maior camisa do esporte é a da democracia

Perder ou ganhar, sempre com democracia.


Perder ou ganhar, sempre com democracia. Foto da Democracia Corinthiana em campo.

Hoje quero relembrar Sócrates. Quero relembrar, como corinthiana, mas como cidadã e esportista aquela democracia pintada em preto e branco em um dos momentos mais tristes da história desse país que querem apagar. Quero te lembrar, caro leitor e leitora, que a bola, muitas vezes, é a voz da sociedade.


Nas arquibancadas de um espetáculo não apenas se grita gol. Se grita contra o preconceito, contra a corrupção, contra a falta de percepção de que o esporte pode ser um espelho dessa mesma sociedade, desse povão, que clama por reconhecimento. Quero lembrar que ainda gritam racismo, que ainda gritam homofobia, que ainda gritam assédio e que sim, isso ainda nos representa tanto como pessoas.


Nenhum golpe criminoso deve ser comemorado. No esporte é assim, o que é leal, o que é democrático, se aplaude. Quem foge às regras é devidamente expulso do palco. Que nenhum sangue derramado, que nenhuma voz silenciada dentro ou fora de campo seja esquecida.


Que a democracia corinthiana habite em qualquer coração esportista nesse 31 de março. Perder ou ganhar, mas sempre com DEMOCRACIA.


Bom domingo para você!

0 visualização

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com