• Larissa Maciel

Academias de karatê, Jiu Jitsu e Muay Thai voltam “repaginadas”

Modalidades precisam evitar o contato físico, mas professores comemoram o retorno de alguma maneira.

Esporte é sinônimo de contato físico (ou pelo menos a maioria deles). Com a retomada das academias sem ar condicionado no Estado, atletas e professores de artes como Karatê, Muay Thai, Jiu Jitsu, Taekwondo e Tai Chi retornaram como podem.


É o caso do carateca Wilson Ribeiro, destaque da cidade na seleção brasileira, que segue treinando em casa, mas seu instituto reabriu com as regras de distanciamento para treinar atletas que ainda sonham com as próximas competições.


“Tanto o karatê quanto o funcional já reiniciamos, sempre seguindo as orientações, restringindo a quantidade de pessoas. O objetivo maior é que temos atletas e alunos também que se classificaram para a fase final do campeonato brasileiro de karatê. Neste primeiro momento, estamos evitando o contato físico e priorizando a parte técnica”, explica Wilson.


No Jiu Jitsu, professores como Junior Silva e Pablo Thompson também retomaram as atividades respeitando as regras de delimitar um espaço para cada aluno, disponibilizar álcool gel e claro, a obrigatoriedade do uso da máscara.


“Estamos sempre com o ambiente aberto, verificando a temperatura e questionando cada aluno quanto ao seu quadro de saúde. A ideia é manter sempre contato com órgãos de segurança para garantir a tranquilidade no esporte”, disse Junior Silva.


E no Taekwondo e Muay Thai, o atleta e professor Gildo Bento também está comemorando esse “novo normal” no retorno. Assim, consegue diminuir o contato do online para respeitar o distanciamento no formato presencial. Cenário importante pra quem precisa e vive de esporte.

38 visualizações

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com