• Larissa Maciel

Baraúnas começa a voltar a ser terra de ninguém. Ou de alguém?

Movimentação nos bastidores só aquece com a informação de uma carta de renúncia ocultada para a imprensa.

Com Bárbara e Fabiano Morais, tricolor se preparava para empreender e voltar a jogar. Agora, nada se sabe - foto: reprodução assessoria

Nesta terça (13) surgiu a informação através do Portal do Oeste que a presidente do Baraúnas, Bárbara Freitas, entregou uma carta de renúncia ao cargo desde o dia 3 de outubro, logo após a saída do então diretor de marketing, Fabiano Morais.


Fazendo uma linha do tempo, vale lembrar que na atual gestão, o marketing seria o pulmão do tricolor e estava conseguindo. No entanto, em nota divulgada por Fabiano, o profissional explicou que o motivo de sua saída seria por forças políticas e ainda indicava a forte presença de Armando Duarte dentro do clube na tomada de decisões, ainda que ele não faça parte da direção.


Não foi apenas Fabiano que saiu. Em seguida, saiu também o assessor de imprensa, Marcelo Diaz, para um outro projeto e também porque acreditava no trabalho em parceria com o ex-diretor. Desde que esse "burburinho" começou, não era descartada a renúncia de Bárbara Freitas, que aconteceu debaixo dos panos.


O blog, após ficar por dentro da notícia, apurou que a renúncia de Bárbara só seria divulgada perto do início de novembro, para amenizar o clima para a imprensa. Procurada tanto pelo blog como também pela TCM, a presidente preferiu dizer que não tem nada a declarar. Tanto por sua demanda com aulas como também alegando questões de saúde, evitou entrevistas. Respeitamos.


Mas existe mais coisa por aí. A renúncia de Bárbara, impulsionada pelas saídas de quem acreditava em um novo modelo de gestão no tricolor, mostra, de acordo com nossas fontes, que a gerência de Armando, presidente da Associação Sítio Florânia, a Toca do Leão, foi a pedra no sapato. Quem não aceita sua personalidade e projetos, resolveu pular do barco.


Armando também respondeu à TCM que só falaria a imprensa com um dossiê do Baraúnas. Também prometeu dossiês da Liga Desportiva Mossoroense, de onde ele tem interesse de intervenção. O Baraúnas, de acordo com o que apurou o blog, está virando uma terra de ninguém, mas na verdade, essa terra já tinha alguém no comando e se chama Armando Duarte.


A LDM vai pelo mesmo caminho. Vamos lembrar que Baraúnas e Liga, há poucos meses atrás, se desgastaram com supostas ilegalidades apontadas pelo mesmo Armando. Vem eleição em novembro e vale bem abrir os olhos para os interessados em assumir o posto de presidente.


Com Bárbara em silêncio e nenhuma nota oficial, nenhum pronunciamento, basta entender que quem cala, consente.

111 visualizações

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com