• Larissa Maciel

Com trabalho reduzido, projeto social esportivo pede apoio

AEJE realiza projeto gratuito com diversidade de modalidades e sente dificuldade financeira.

foto: cedida

O projeto social AEJE (Associação Esportiva Jovem Esperança) reunia mais de duzentas crianças e jovens através de várias modalidades. Desde o taekwondo até o futebol, o principal intuito era de promover a inclusão através do esporte.


O momento da pandemia obriga o projeto a reduzir sua capacidade de alunos nas aulas e a necessidade de um olhar carinhoso da sociedade é urgente.


“Trabalhamos há 18 anos com esporte inclusivo. Do taekwondo até o ballet, teatro, reforço escolar, nossa ideias é de que todos tenham direito as aulas e sejam incentivados a aprender”, disse Kallieber, um dos responsáveis pela AEJE.


Desenvolvidas no bairro planalto, as aulas são ministradas pelos professores Daniel Dias, Henderson Medeiros, Mayanara Mabelly e João Emanuel. O projeto é gratuito e já colheu bons frutos, como medalhas em competições nacionais.


Recentemente, a AEJE virou destaque por fazer um apelo através de ensaio fotográfico com tema “também somos patrimônio de Mossoró”.

56 visualizações0 comentário

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com