• Larissa Maciel

CT do Mossoró é a única perspectiva de futuro do futebol mossoroense

As portas do nogueirão fechadas tiram esperança, a do CT do MEC reabrem.

foto: Marcelo Diaz/ Mossoró EC

Nogueirão interditado e sem qualquer perspectiva de melhora. Potiguar sem campo para treino e para jogos, possivelmente buscando seu refúgio em Assu. Baraúnas, que tentava engatar a quarta marcha, mas precisou segurar na terceira por clima político nos bastidores. O cenário é duro, o torcedor de todos os lados sabem e sentem na pele o que já foi o nosso futebol e como ele é desenhado hoje.


Escuto muito que nosso esporte ainda precisa caminhar alguns passos para voltar a ser profissional e entendo bem quando analiso principalmente o que acontece fora das quatro linhas. Não é a toa a dificuldade também em resultados. Convenhamos, este ano, se esperava mais do alvirrubro mossoroense, não deu certo no Estadual, na Série D o primeiro passo foi dado e ainda aparecem mais problemas pela frente.


Ontem (quarta, 7 de outubro), tive o prazer de retornar à construção do CT do Mossoró Esporte Clube. Desde o fim do ano, quietinho, já começava a subir o muro de seus sonhos. Agora, em menos de um ano, já tem grama verdinha, cuidada diariamente com sistema de irrigação interno, muros altos erguidos, bancos de reservas para chegar, espaço amplo, com cheiro de futuro.


Daqui há 30 dias o campo deve começar a receber os primeiros toques de bola em seu gramado. O Mossoró se prepara para a segunda divisão, que pode acontecer em dezembro. Não sei quais serão os resultados da equipe em campo, não tenho bola de cristal, mas se depender de investimentos, bons fluidos PODEM vir.


O CT do Mossoró, quando prontinho e utilizado, cheira a futuro. Tomara que com essa porta abrindo, as outras (Nogueirão, quem sabe um espaço para o Potiguar...) possam reabrir. Tomara.


Mais imagens:

Fotos: Marcelo Diaz/ Mossoro EC


51 visualizações

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com