• Larissa Maciel

Elenco do Assu vive drama de salários atrasados e ameaça não entrar em campo

Mais um clube do interior mostra que o cenário financeiro é o pior possível e o de apoio também.

foto: reprodução

O Assu é mais um que vive o drama de salários atrasados. O primeiro a "apontar" tal situação no campeonato estadual 2022 foi o Potyguar de Currais Novos. Em seguida, o Potiguar de Mossoró também passou semanas tentando resolver o imbróglio com o elenco em relação aos salários de janeiro.


O clima, tanto pelos bastidores como o momento vivido em campo, não poderia ser outro no camaleão do vale a não ser o de insatisfação. O blog Larissa Maciel teve acesso as informações que denotam o atraso no pagamento.

“Nós jogadores estamos parados desde do jogo contra o Potyguar de currais novos, estamos com salários atrasados desde do dia 10. Nosso acordo com o clube era pra receber como pacote, mas da parte do clube e diretoria não foi cumprido nada, eles pagaram uma parte com parcelas de 500 reais, e agora está atrasado mais de 15 dias, sendo que ainda falta uma boa parte do pacote.


Alguns ainda pra receber R$ 2000 ou até mesmo R$3000. Falta menos de um mês pra acabar o campeonato e nada foi conversado com os atletas, só queremos o que é nosso por direito pois trabalhamos pra isso, e se nada for resolvido os jogadores estão decidido a não entrar em campo no próximo jogo, e não treinar até o dia.”, disse um dos atletas ao blog.


O camaleão do vale, até então, tinha somado três pontos no segundo turno vindos de três empates. No entanto, com a punição do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) quanto a escalação irregular do volante Luan, a equipe perdeu os pontos na Copa RN. Atualmente, é o lanterna na classificação geral com 5 pontos ao todo no campeonato.


O Assu só volta a campo no dia 27, na partida que será contra o Globo, no estádio Edgarzão.




89 visualizações0 comentário