• Larissa Maciel

Em silêncio, Zé Vanildo se perpetua no futebol potiguar

Pouco se vê sobre mais um mandato nas mãos do velho presidente da FNF.

Zé Vanildo até 2026 - foto: reprodução

Em 2018, Zé Vanildo foi “aclamado” em Assembleia pelos filiados da FNF e conquistou novo mandato até 2022. Na última semana, mais uma vez, o velho presidente conquistou sua continuidade pelo menos até 2026. Entre as duas assembleias, a diferença é que em 2018 o Globo não tinha votado a seu favor, este ano, votou.


O curioso é que o novo mandato dado a Zé Vanildo foi pouco noticiado. Se você procurar no google, por exemplo, terá dificuldades de encontrar em sites de grande circulação. Um silêncio que diz muito.


Procurei o presidente do Potiguar para saber mais sobre o assunto, tive silêncio como resposta. Na verdade, só tive acesso a informação quando vi o Assu postar em rede social. Uma loucura.


A semana foi difícil para o futebol potiguar. O América voltou a amargar mais uma queda na Série D e viu seu sonho do acesso cessar por mais um ano. De quebra, na surdina, Zé Vanildo é “aclamado”.


Aclamado. Que palavra, não? Uma aclamação que nem mesmo um release chegou a imprensa, pelo menos do interior. O edital é que foi publicado no site da Federação e só. É isto.


Ah, de quebra, na gestão Álvaro Dias na capital, o presidente ainda assumirá a secretaria de habitação. Ficará dividido entre dois compromissos, sendo que, me permitam a brincadeira, não habita há anos em solo de desenvolvimento do nosso futebol.


Aclamado pelos clubes, porque pelo torcedor, passa muito longe disso.

34 visualizações0 comentário