• Larissa Maciel

“Em todo o processo de 265 páginas, o Nogueirão é do município”, diz Júnior Xavier

A primeira expectativa, claro, é pela liberação do estádio. Trabalho feito em conjunto com a Liga.

foto: reprodução

Uma pergunta que aparecia antes do pedido de municipalização era: o que faltou? O que falta? Vontade? Tem gente contra ainda? Bom, o caminho do estádio Leonardo Nogueira está descrito em um processo de 265 páginas e que foi avaliado pela equipe jurídica da prefeitura. Quem explicou foi o secretário de esportes, Júnior Xavier, ao programa cenário político:


“Tudo deixa transparente e claro, em todo o processo de 265 páginas que o Nogueirão é do município. A gente deu a entrada em um determinado cartório e a gente só espera o resultado para confirmação. Tudo deixa claro, muitos itens, muitas cláusulas e atas, inclusive assinadas, para que isso possa dar essa certeza do Nogueirão municipalizado”.


Júnior fez questão de ressaltar a boa relação com a Liga, através do presidente Matias Sousa, e o discurso alinhado para que o estádio seja de fato e de direito do município.


“Matias, que agora está à frente da Liga, é uma pessoa também que tem interesse em que realmente o Nogueirão possa ser municipalizado. Acho que se todos usarem o bom senso, se não tiver ninguém que pense em contrariar o que é o pensamento da população principalmente desportiva, a tendência é ser melhor do que é (o Nogueirão). Quando procurei o Matias, para solicitar se como secretário eu poderia buscar as vistorias, foi para ajudar neste processo (de liberação)”.

No vídeo:


Fala sobre vistorias: a partir do minuto 6.

Sobre a municipalização: a partir do minuto 10.

52 visualizações0 comentário