• Larissa Maciel

Enquanto clubes começam a retornar, Flamengo perde massagista por COVID-19

Veja situação dos clubes a partir das decisões das federações do país.


Jorginho é mais uma perda do país em meio a busca pelo retorno do futebol - foto: reprodução

O Ministério da Saúde deu parecer positivo para uma tentativa de retorno do futebol brasileiro, com restrições necessárias em meio a pandemia. A situação, estudada pela CBF e conversada com as Federações, ainda gera muitas opiniões contrárias.


Nesta semana, O Internacional realizou testes com os jogadores que já estão aptos para o reinício dos treinamentos. Já no rival Grêmio, os ambientes esterilizados e postados nas redes sociais dão conta de que o clube já se organiza no mesmo sentindo.


Mesmo com a realização de testes rápidos, jogos com portões fechados e até mesmo uma preocupação em evitar aglomerações, o que se sabe é que a contaminação segue em crescente no país.


A Federação do Rio de Janeiro já permite que os clubes voltem a treinar. Hoje, o Flamengo perdeu o massagista Jorginho, que entra para as estatísticas de óbitos. São mais de 7 mil mortes no país. O rubro-negro, por exemplo, tem oito funcionários contaminados.


No lado dos paulistas...


A Federação decidiu manter tudo paralisado e só voltarão aos treinamentos quando a secretaria do Estado estabelecer o reinício. Em São Paulo, epicentro da COVID-19, o decreto de isolamento segue até 10 de maio. Uma nova decisão será a partir desta data.

18 visualizações

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com