• Larissa Maciel

Enquanto não há competições, secretaria foca em reestruturação do esporte

Esporte mossoroense pede melhorias em diversas estruturas. O desafio é financeiro.

Quadra da SADE tem projeto inovador - foto: Wilson Moreno/PMM

Desde o ano passado que a secretaria de esportes do município sofria com o impacto da pandemia. Ali, competições virtuais foram estimuladas, uma maneira de manter o atleta amador da cidade ainda em movimento, mesmo que longe do contato físico e das aglomerações.


Agora, em 2021, convencer o atleta a participar deste formato se torna mais difícil. A vontade de sentir o instinto de competição “na veia” se sobressai. É natural. Isso passa principalmente para aqueles que vivem das competições na região. Desde o futsal ao vôlei, por exemplo.


Enquanto o Ginásio já liberado não pode receber jogos e consequentemente o Nogueirão não pode receber torcida, veio a municipalização e a ideia de mudar a utilização do espaço. A demanda da atual gestão é a reestruturação do cenário esportivo de alguma maneira em meio ao caixa curto.


O melhor exemplo é o da quadra da SADE, que já está em reforma. O projeto é inovador: duas quadras transversais, ganho de espaço e até prática do basquete olímpico com direito à arquibancadas. No mesmo espaço, campo de futebol também. Ponto pro esporte.


Um próximo passo interessante é estimular aqueles projetos sociais que contam com o trabalho de profissionais de educação física de longa data. Deixa-los na vitrine, como representantes da cidade. Abertura para o karatê, para o kung fu, a capoeira.


O que torcemos é que o quadro da pandemia acalme para que, em meio a reestruturação, o Ginásio possa abraçar de novo os esportes de quadra.


Do blog - uma outra sugestão para daqui pra frente é a melhoria da Praça dos Esportes. Quem sabe, quando tudo isso passar, o estímulo as competições ali. Quem nunca viu, por exemplo, a quadra de vôlei lotada e cheia de torcida? É isto!

31 visualizações0 comentário

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com