• Larissa Maciel

Ex-sede do Alecrim está a venda em Natal e tem fato curioso

Em contato com o blog,Carlos Nascimento explica parte dessa história do Alecrim.

foto: cedida

Um assunto interessante chegou até o blog Larissa Maciel através do professor Carlos Nascimento. Ele narra um fato curioso: um terreno, que seria sede do Alecrim há décadas atrás, está a venda hoje em Natal. Mas o que isso tem de empolgante? Entenda.


“Em 1968, o governador era walfredo Gurgel. Tanto o vice como o governador eram alecrinenses e doaram este terreno ao Alecrim para fazer a sede. Uma das cláusulas de doação dizia que o terreno só teria a finalidade de ser sede do Alecrim, ou seja, não poderia ser vendido. Acontece que no decorrer dos anos, não por má fé do clube, mas talvez por desconhecer, a diretoria vendeu o terreno à Marinha brasileira e depois a Marinha transformou o terreno na casa do marinheiro. Com o dinheiro, o alecrim comprou a sua sede em Macaíba”, explica o professor.


A questão é que, segundo Carlos, o terreno que está situado em um dos lugares com o metro quadrado mais caro da capital e tem um imbróglio judicial. Afinal, o espaço pertence ao Alecrim, a Marinha, ao Governo ou a uma empresa privada?


“Pós negócio com o Alecrim e alguns anos, a Marinha fez um negócio com uma empresa privada e, não tenho informações oficiais, mas parece que hoje há um imbróglio judicial quanto a isso. E agora apareceu esta placa para a venda do terreno”, finalizou.


O que é fato é que a placa está lá. Quem compra esse terreno que faz parte da história do Alecrim e do futebol norte rio-grandense?

100 visualizações

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com