• Larissa Maciel

Guerreiro, o futebol de Mossoró merece a final.


Foto: Allan Phablo

O Potiguar jogou contra o Santa Cruz com aquela espinha dorsal que adiantamos durante a semana, com a ressalva da novidade do Vinícius Mossoró, estreante autor do gol de empate contra o Santa Cruz. Dadas as circunstâncias, o empate ficou de bom tamanho, já que o "time macho" contou com uma pitada de sorte ao ver o América perder para o Assu.


A vitória do Globo retardou um outro objetivo do Potiguar, que é a vaga na Copa do Brasil. Pra garantir, vai precisar vencer o turno, coisa que obviamente é o sonho do alvirrubro. Sonho esse totalmente possível. Não há dúvidas que é o melhor time do campeonato. Basta fazer valer isso dentro de campo.


Fato é que o Potiguar mereceu ser o primeiro, mereceu trazer a final para Mossoró e o nosso futebol está necessitado de momentos felizes como esse. Convenhamos, é bom demais ver essa emoção de novo aqui. Infelizmente, o medo da violência, o estádio com muitos espaços interditados evitam um espetáculo ainda mais grandioso.


A torcida do Potiguar vai mexer os pauzinhos para promover sua festa e empurrar o time. Quem dera se o Nogueirão estivesse com todos os espaços abertos, pra lotar aquele "anel" onde só ficam expostas propagandas e não a alegria do esporte.


O futebol de Mossoró, guerreiro, com dificuldades financeiras, com dificuldades de gestão, de um olhar a mais para seu potencial, merece pela sobrevivência anual curtir esse momento. Não há motivos para esconder: farei meu trabalho no campo, torcerei pelo futebol mossoroense.

44 visualizações

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com