• Larissa Maciel

Junho é o mês do orgulho: conheça a gaymada de Mossoró

Momento de lazer reúne luta e resistência contra a LGBTfobia.

foto: reprodução

Certamente você já passou pela Praça dos Esportes de Mossoró e viu, em pleno domingo, arquibancadas cheias para acompanhar o que parece ser uma competição, mas na verdade é também uma luta de existência e resistência. O mês de junho é considerado o chamado mês do orgulho e se há portas de armários que precisam se abrir, estas são as do esporte em cenário local, regional e nacional.


Em Mossoró, essas portas estão “pelo menos” entreabertas com a realização da gaymada. Um projeto que começou no ano de 2019. A ideia, revelada no próprio nome, é ressignificar o esporte através da brincadeira queimada. O idealizador desta atividade, segundo a reportagem elaborada pelo Hiperlab da UERN no mês de maio, é Ubiratan Bezerra, estudante do curso de Ciências Contábeis da UERN.


“A quadra ficava lotada, tinha blogueiros, pessoas que iam gravar, divulgar, era muito bom. Quando a gente via a nossa volta, era lotado, a emoção tomava conta. Era um momento que sentíamos paz e igualdade”, disse Ubiratan a reportagem do Hiperlab.


Mais do que estar na Praça, a realização da gaymada é um chute nas portas do cenário esportivo que muitas vezes insiste em ser machista, misógino e LGBTfóbico. Isso é algo, infelizmente, enraizado em nossa cultura que precisa ser quebrado passo a passo, mão a mão. No ano passado, por exemplo, nos jogos de Santa Luzia, tivemos a abertura para as inscrições de atletas trans, um passo essencial a todas as competições. É preciso iniciativa para identificar casos de LGBTfobia no nosso esporte local.


O blog Larissa Maciel, no mês anterior, enviou ao vereador Pablo Aires, declarado LGBT, ideias de políticas públicas que possam contribuir com a diversidade no esporte. Veja aqui.


Por sinal, vale a pena ler a reportagem desenvolvida por Leonardo Matoso. Uma boa e importante leitura para entender como é urgente inserir pessoas LGBTQIA+ no nosso esporte local.


27 visualizações0 comentário