• Larissa Maciel

Mônica Feitosa: a primeira técnica a frente da SADE Basquete

Conheça a história de Mônica Feitosa e a sua dedicação junto às crianças e jovens da SADE.


Professora de Basquete da criançada da Sade Basquete Santa Delmira, uma das diretoras do longevo projeto social e também técnica da equipe de basquete masculino. Mônica Feitosa já marcou o seu nome na história não só da SADE, como do basquete mossoroense e conta um pouco dessa história no projeto Março Para Elas.


1- Quando começou no basquete?


Iniciei no basquete quando eu tinha 11/12 anos, através de colegas da escola que participavam do projeto da aasade. Perto de casa, porém nunca tinha notado a existência da quadra. E fui ao primeiro treino apenas olhar. E de primeira já gostei só em ver a quadra lotada de meninas e fui no próximo treino participar. Sem ao menos saber correr, já me senti em casa e desde então passei a frequentar a quadra todos os dias. Simplesmente todos os dias eu estava na quadra, sendo no treino, ou só para brincar, querer jogar, já que eu era bem nova, não podia jogar com os meninos, mas estava lá, nem que fosse para ficar só batendo a bola de fora da quadra, olhando os maiores jogarem.


2 - Qual a primeira lembrança que você tem quanto a competições e o desejo de crescer no esporte?


E aí que veio bolsa em escola particular, e me juntei a um grupo de meninas bastante apaixonadas e dedicadas pelo basquete e vieram as competições escolares mais importantes que conseguimos participar e ter boa colocação em todas a nível estadual. A melhor lembrança que tenho sobre as competições, com certeza são os títulos e as amizades que levo até hoje. E também tive conquistas individuais, bolsa de estudos numa faculdade que agarrei e foi aí que eu aprendi ainda mais sobre basquete. E hoje posso compartilhar com outras pessoas.


3 - Você hoje se tornou uma referência por ser professora de basquete, técnica e também membro de diretoria. O que tudo isso representa pra você?


A aasade faz parte da minha vida e poder estar nela em qualquer função para mim é especial demais.


4 - quem é a Mônica Feitosa dentro da quadra e quem é ela fora das quadras?


Sou calma dentro e fora de quadra, mas que não me irritem. Busco sempre cumprir o objetivo seja como atleta ou técnica.


5- O que deseja para o presente do basquete feminino e para o futuro das mulheres?


O basquete precisa de mais visibilidade e de atenção. O meu desejo é a quadra lotada novamente de meninas e fazer com que elas tenham muitos frutos assim como eu tive.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo