• Larissa Maciel

“Não temos que ter medo, temos que ter estratégias”, diz técnico do Potiguar

Luís Miguel mira primeiro jogo pelo Potiguar como uma batalha contra o físico e pela tática.

foto: Yhan Victor/ACDP

O técnico Luís Miguel é boa praça. Educado e sincero nas entrevistas, também sabe dar bons puxões de orelha em seus atletas e readequar o posicionamento em cada trabalho. Reflexivo quanto a estreia, garante já ter a “espinha dorsal” do time alinhada.


“Vamos manter a espinha dorsal do time que enfrentou o campinense. Alguns jogadores chegaram, como o Mikael, que contamos como nosso lateral, além do Neto, do Nino, mas precisamos avaliar as condições físicas de cada um deles”, disse em entrevista a TCM.


Perguntado sobre a garotada que hoje forma o Santa Cruz e um provável jogo de intensidade do adversário, ele garante:


“Não temos que ter medo, temos que ter estratégias. Saber trabalhar a bola para não ser atacado o tempo todo e buscar o placar. Seja construindo no primeiro ou no segundo tempo”.


Vale lembrar a equipe que entrou em campo no amistoso contra o time paraibano:


Roque; Jair Pitbull (Renan), Weverson, Oséias (Andrier) e Neves (Dimas), Telles; Ives (Barreto) e Hudson (Caique); Zé Milton (Nilsinho); Madson (Mateus) e Ítalo (Dodô).


Veja também:

Elenco de 2021 do Potiguar é composto por jogadores com rodagem no Nordeste


https://www.larissamaciel.com.br/post/elenco-de-2021-do-potiguar-é-composto-por-jogadores-com-rodagem-no-nordeste

38 visualizações0 comentário