• Larissa Maciel

Na torcida, show. No campo, faltou agressividade

O Potiguar acabou voltando a perder para o América. O show da arquibancada virou um impulso pra semi.

Fazia tempo que o Nogueirão não lotava assim. O público pagante da noite da quarta-feira foi de 2.638, além dos 68 sócios e gratuidades. A última vez que o estádio recebeu tamanho público foi em 2019, quando o Potiguar também recebeu o América, mas pela final do segundo turno: foram 2.410 pessoas.


O público deu um verdadeiro show. Primeiro, porque respeitou a campanha contra fogos de artifício com estampido sonoro pelos autistas, idosos, crianças, animais e enfermos. Segundo, porque entoou os cânticos na arquibancada e fez uma bela festa, ainda que o Potiguar sofresse a forte pressão do América.


No entanto, em campo, faltou agressividade. O Potiguar buscou pouco o ataque e também teve poucas finalizações contudentes. Não era uma boa noite para Vinícius. Wendy até que tentou, sofreu claro pênalti não marcado por Leonilson Trigueiro e saiu furioso e com razão.


Também tenho minhas dúvidas com a falta não marcada em Mikael e o pênalti para o América, ao meu ver, toca a barriga do zagueiro Matheus.


Fora os erros da arbitragem, acredito que a postura do Potiguar permitiu um fora contra ataque do América. Parece que o alvirrubro reviveu um pouco daquele primeiro turno sem tanto ímpeto ofensivo.


É esperar pra ver como será sábado, contra o ABC.


22 visualizações0 comentário