• Larissa Maciel

No ritmo de Ítalo, atletas paralímpicos projetam medalhas para o RN

Cinco atletas visitaram o Governo do Estado como "cortesia" e relataram ansiedade.

foto: cedida

Junior França (halterofilismo), Joana Neves (natação), Ana Raquel (ciclismo) da Sadef e Arthur Silva (judô), Thalita Simplicio (atletismo) e Felipe Veloso (atleta-guia de Thalita), da Adevirn, representarão o RN nos Jogos Paralímpicos, que iniciam no dia 24 de agosto e vão até 5 de setembro.


No clima da conquista de ítalo Ferreira no surfe, eles comentaram as expectativas em visita ao Governo do Estado.


“Quem nos vê praticando esporte, e até nos deslocando pelas ruas para treinos, admira nossa força de vontade e acredito que isso serve de inspiração para as pessoas”, destacou Arthur Silva.


O Rio Grande do Norte será representado em 5 modalidades: judô, atletismo, ciclismo, natação e halterofilismo e tem grandes chances de medalhas. A atleta Thalita Simplício, por exemplo, relembra o ouro no mundial em 2019.


"Lembrar do ouro em 2019 nos motiva ainda mais e mostra que temos condição, mesmo com todas as dificuldades da pandemia, de orgulhar o Brasil".


Além dos atletas que competem pelo RN, outros potiguares que treinam em instituições de outros estados irão compor a equipe brasileira nas Paralimpíadas. São eles: Jardênia Félix e Petrúcio Ferreira (atletismo), Romário Marques (goalball), Cecília Kethlen (natação) e Adriana Azevedo (canoagem).

4 visualizações0 comentário