• Larissa Maciel

Nogueirão 55 anos: vale sonhar mais

Estádio já está municipalizado. Por que não uma ação do empresariado mossoroense pelo estádio?


foto: reprodução das redes

Em 2020, uma parte importante se concretizou: a municipalização do estádio Nogueirão veio. Por trancos e barrancos, a decisão colocou o estádio novamente nas mãos do município e sob o comando da secretaria de esportes. Há quem ainda critique essa fusão, mas com todo respeito, não vejo a crítica como válida. Quem viu os últimos anos de pesadelos com interdições, problemas com Ministério Público e e entre tantos outros problemas não pode fechar os olhos e negar esse passado triste. Chega de moscas.


Mas, como o título diz, o Nogueirão pode mais. Podemos sonhar mais. Insisto: passadas as prioridades quanto a acessibilidade, estas que precisam ser finalizadas de acordo com o prazo do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a colocação do tão falado elevador nas arquibancadas, é hora de pedir uma mudança significativa: a frente do estádio TEM que ser para a avenida João da Escóssia. Por muitas vezes, fecho os olhos e vejo aquela Praça com a frente do estádio para a avenida, cheia de foodtrucks, gente comprando pipoca, sua cervejinha antes de um bom jogo do nosso futebol.


Isso é possível! Mas insisto também: vejo uma inércia tremenda dos nossos empresários em Mossoró. Temos grandes nomes da cidade que poderiam chegar junto numa parceria público privada para tirar aquelas arquibancadas interditas e propor algo novo, um complexo. Por que os empresários não chegam junto? Acho que cabe aqui deixar essa pergunta.


Destes 55 anos, poucos anos vivi de dentro. Mas digam o que for, o Nogueirão é gigante. Pode ser mais pela ação de muitas mãos. As minhas estão prontas, seja pelo papel e caneta, pelo texto do blog, pelo microfone da TV ou pelo in loco. Juntos podemos mais.

22 visualizações0 comentário