• Larissa Maciel

O que é lacração e o que é marketing no futebol

Cada vez mais as equipes se preocupam em estar próximos dos temas que repercutem nas redes sociais.

ABC foi o único a se posicionar sobre o BBB, mas silenciou com denúncia de racismo - foto: montagem blog Larissa Maciel

Cada vez mais o marketing dos clubes de futebol estão "inteirados" com as redes sociais. Uma postagem pós uma grande vitória pode gerar um engajamento nacional. Uma camisa comemorativa ou uma faixa carregada pela equipe também pode ser uma estratégia. Tudo em nome do like e da aproximação do torcedor. Nem sempre é um tiro certeiro.


Quando o BBB 21 explodiu no país, o ABC se posicionou pela vitória da paraibana Juliette. A postagem, pelos "cactos" foi bem vista, mas é claro que teve quem chiou por não achar o momento correto para focar no tema. Além do momento de pressão que o time vive por resultados, também há queixas da torcida em outras demandas, como o preço de produtos oficiais.


Eis que surge a denúncia de injúria racial no jogo realizado no Nogueirão e, o que mais chamou atenção na verdade, foi a efervescência nas redes. Torcida do Potiguar claramente inflamada, a direção do alvirrubro prontamente fez postagens contra atos racistas. No entanto, o ABC optou pelo silêncio. Não soltou uma nota oficial, nem sequer um aviso de que está apurando o caso.


Pior, a diretoria do alvinegro preferiu dizer que não há provas e pronto. Nenhum posicionamento nem para o seu torcedor, como uma forma de explicar. Nenhum vídeo curto do próprio preparador, dando pelo menos a sua versão. Nenhuma arte com: somos contra qualquer tipo de preconceito. Nem para apagar tamanho fogo.


No marketing dos clubes de futebol, é preciso diferenciar o que é ação e lacração. O ABC quis lacrar com Juliette, mas não quis cumprir seu papel como clube do povo ao pelo menos tentar acompanhar o desenrolar do inquérito aberto na delegacia de plantão de Mossoró.


185 visualizações0 comentário