• Larissa Maciel

“O que o Baraúnas quer é uma intervenção na Liga”, afirma departamento jurídico

Tricolor alega que as últimas eleições não podem ser levadas em consideração.

Documento apresentado pela Liga que coloca o Baraúnas e o Potiguar como inadimplentes - foto: Blog Larissa Maciel

Passada a eleição da LDM, onde no documento de regularização dos associados o Baraúnas consta como inadimplente, o departamento jurídico do tricolor se posicionou sobre a ausência no pleito.


“O Baraúnas compreende que há irregularidades de 2017 para cá. Desde esse ano que a LDM não conta com um conselho fiscal. Além disso, em cartório, há um documento que coloca a Liga como acéfala, ou seja, Marcos não poderia ter realizado esta eleição”, disse Bartolomeu Freitas, advogado do tricolor.


Naquela segunda (18), o clube também apresentou uma notificação extrajudicial para barrar a eleição, ignorada pelo advogado Zé Carlos de Brito. Segundo Bartolomeu, ali foi uma tentativa de impedir que algo de mais grave pudesse acontecer juridicamente.


“A Liga hoje está sendo tocada como um fundo de quintal. A notificação foi uma tentativa de evitar o pior juridicamente. Estamos esperando os próximos passos na Justiça, mas insistimos que a Liga está irregular”.


Perguntei qual seria a solução então para o problema.


“Hoje, a solução que vejo é de uma audiência com a juíza, uma conversa, para a gente se acertar. Mas o que o Baraúnas entende hoje é que a intervenção da Liga é o melhor caminho. Ajeitar as contas, fazer o balanço, analisar os erros, deixar tudo enxutinho e depois realizar uma eleição correta para que a Liga ande com suas próprias pernas”.

73 visualizações0 comentário

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com