• Larissa Maciel

Curso de ciências contábeis da Ufersa oferece assessorias financeiras a Potiguar e Baraúnas

Professor Moisés Ozório explicou a iniciativa como uma chance de aplicar na prática as assessorias.

Primeira reunião do Potiguar sobre o assunto - foto: reprodução

O blog Larissa Maciel tomou conhecimento de um projeto que pode beneficiar de dentro a organização do futebol mossoroense, uma das pedras no sapato a cada nova temporada quando o assunto é aperto financeiro. Através do Curso de ciências contábeis da Universidade Federal Rural do Semiárido, os professores Moisés Ozório e Kleber ofereceram uma assessoria financeira gratuita a Potiguar e Baraúnas.


"Eu e o professor Kleber já temos a ideia de fazer um projeto de extensão para tentar assessorar clubes de futebol no que tange a parte financeira e contável. Inclusive nós analisamos até demonstrações contáveis de clubes da Série A e nota-se que um dos principais gargalos é o alto endividamento, muitas vezes tem declarações que são publicadas de maneira equivocada também. A ideia era fazer um trabalho voluntário, tentar bolsas para alunos, mas envolver até pela própria Ufersa tentar fazer esse trabalho dentro dos clubes da cidade para trazer contribuição para o nosso futebol local", explicou o professor Moisés ao blog Larissa Maciel.


Ele também conta que já fez o primeiro contato com os dois clubes e que espera contribuir com o cenário esportivo através do que é aplicado em sala de aula.


"Isso poderia ser um diferencial para os nossos clubes se organizarem. A princípio, falei com o dirigente do Baraúnas e um do Potiguar. Do Baraúnas, disse que teve uma eleição agora e vai esperar a poeira baixar para nos procurar. Do Potiguar, de imediato, se prontificou. Marcio Mossoró já foi conversar conosco. Vamos ver qual é a demanda deles para realizar o projeto de extensão e isso é bom porque vai trazer a prática para os nossos alunos".


Do blog


Que parceria importante! Uma bela visão dos professores da Ufersa e uma iniciativa que pode organizar o nosso futebol com olhares técnicos e também de fora da bolha esportiva. O olhar do dirigente é fundamental, mas de quem conhece o assunto e sabe bem dos números ainda mais. É um convite a organização da gestão e isso pode desafogar os próximos planejamentos. Espero que os clubes possam abraçar essa ideia.

67 visualizações0 comentário