• Larissa Maciel

“Se vamos ter futebol ou não, depende do projeto de reforma”, diz presidente da LDM

Situação é alarmante, principalmente para o Potiguar na temporada de 2021.

foto: Lucena Filho

Nas duas últimas semanas, o blog Larissa Maciel tem recebido com certa frequência um documento registrado em cartório que aponta a Liga Desportiva Mossoroense como acéfala hoje, ou seja, sem presidência. Isso devido ao adiamento das eleições e ao não registro rápido da ata que apontava tal decisão. Segundo Marcos Antônio, que administra a Liga, tudo intriga.


“A ata será registrada. Meu mandato segue até janeiro quando outra pessoa vai assumir. As mesmas pessoas que reclamam foram as que estiveram presentes e assinaram esta ata concordando com o adiamento”.


Mas a principal questão é: e o Nogueirão? O Mossoró desistiu da segundona por não ter um estádio para jogar, por exemplo. O Potiguar precisa do estádio como sua casa em janeiro, afinal, vai chegar mais um campeonato estadual. Marcos explica que já pediu a um profissional o projeto da reforma necessária para a liberação do campo.


“Eu já solicitei o projeto ao engenheiro. Estou esperando chegar nas minhas mãos para começar. O valor é alto, R$ 150 mil, isso incluindo até elevador para facilitar o acesso aos cadeirantes. Se vai ter futebol ou não, depende do começo desse projeto”.


Marcos não deu prazo para o começo. O mês de dezembro já está quase em sua metade. Preocupa e muito o andamento da situação.

29 visualizações0 comentário

©2019 by Larissa Maciel. Proudly created with Wix.com