• Larissa Maciel

Segundona: fundamental é pelo menos um time mossoroense em campo

Mossoró e Baraúnas analisam situação para entrar em campo este ano pela segundona.

foto: Larissa Maciel

Acabado o campeonato estadual pelo menos para Mossoró, é hora de pensar no segundo semestre, sinônimo de segunda divisão. A Federação Norte Riograndense de Futebol (FNF) ainda não deu detalhes do certame este ano quanto a datas e participações, mas é fundamental a presença de pelo menos uma equipe mossoroense.


O MEC, no ano anterior, tomou uma decisão mais do que coerente: priorizou os investimentos em seu centro de treinamento e está colhendo frutos hoje. Cedeu o espaço em parceria com o Potiguar, vê a a coisa andar e projeta ainda mais. O clube também já organiza e arquiteta a casa do atleta, um bom indício de que poderemos ver o carcará em campo este ano.


O Baraúnas, no entanto, hoje vive no anonimato. Que me perdoem os tricolores, mas a falta de informação quanto ao clube é o grito por pelo menos uma assessoria de imprensa, uma breve postagem numa rede social ou algo do tipo. O leão hoje está sob o comando de Marcos Maia, que em rápido contato com o blog, disse que o time projeta sim a segunda divisão e que reuniões ocorrerão pra isso. Outro ponto que vale ser destacado: a chamada toca do leão, ou sítio florânia de Armando Duarte, tem passado por melhorias, como nos gramados.


Mas, repito, é fundamental pelo menos a presença de um mossoroense este ano. Claro, que entre em campo com projeto, com objetivo, com organização. De nada adiantará entrar colocando os pés pelas mãos.


Informação de última hora:


Na próxima semana, a FNF vai convocar os clubes interessados em participar.

50 visualizações0 comentário